Lazzaro Felice, por Leomar Daroncho

Humanos são como animais. Você os liberta e eles percebem que são escravos, presos na própria miséria.” – Marquesa de Luna

Com um método aleatório, tantas vezes frustrante, foi uma felicidade encontrar o filme da Diretora Alice Rohrwachwer no Netflix.

Lançado no final de 2018, o filme cuja história inicia numa comunidade rural italiana, sem data definido, poderia chamar a atenção por relações e diálogos que remetem ao Direito do Trabalho: “Trabalhamos mais um mês sem ganhar nada!”, no acerto de contas de uma “meeira” com o contador da Marquesa, proprietária das terras, quando se constata que os trabalhadores aumentaram a dívida pela aquisição de alguns produtos.

Há uma resposta, curta e impactante, de um trabalhador resgatado da condição em que estava subjugado na propriedade da marquesa de Luna,  por um atônito policial que chega para a operação num helicóptero: “Salário! Quem dera!”.

Mas os “resgatados” vão enfrentar a nova e permanente aventura da sobrevivência na cidade. Misteriosa e magicamente Lazzaro voltará à convivência deles, que parecem ter a vocação para a invisibilidade e para a exploração. O pulo parece inspirar o nome do filme.

O roteiro, a fotografia e o andamento do filme são deliciosos. Os sites de dicas falam em “alegoria sobre a ingenuidade”, “ensaio sobre a natureza humana” e “Fábula distópica”.

Continuo pensando que foi uma felicidade ter encontrado essa obra e investido meu tempo nela. Já vi três vezes e em cada uma das vezes encontrei novos detalhes intrigantes que tocam, encantam e fazem pensar.

Recomendo!

 

Ficha Técnica

Data de lançamento: 30 de novembro de 2018 para filmes online (2h 07min)

DireçãoAlice Rohrwacher

Elenco: Adriano TardioloAlba RohrwacherTommaso Ragno mais

Gênero Drama

Nacionalidades ItáliaFrançaSuiçaAlemanha

 

* Leomar Daroncho é Procurador do Trabalho

24 de outubro de 2019

0 respostas em "Lazzaro Felice, por Leomar Daroncho"

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho © 2019. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Nunes Dev.
Abrir chat
Precisa de ajuda?